Diretoria

Conheça a nossa diretoria:

Engenheiro Civil HENRIQUE PINTO SALLUM:


Formado em 1982, pela Escola de Engenharia da UFMG. Iniciou suas atividades profissionais em 1979, como estagiário do setor de orçamento da Engesolo, onde permaneceu até 1981. De 1981 a 1983, trabalhou como Engenheiro da Heta Engenharia, quando executou obras de edificações residenciais nos bairros Coração Eucarístico, Pampulha e Padre Eustáquio, num total de 97 apartamentos. Em 1984, foi convidado para o cargo de Assessor Especial da Secretaria Municipal de Assuntos Especiais, que gerenciava vários programas de investimentos da SUDECAP (FIDREN, POP, PACE, FAS, etc.). Em 1985, retornou à Heta Engenharia, onde permaneceu até 1996, sendo o responsável técnico de diversas obras, como: edificações públicas (grupo escolar, creche, posto de saúde, policlínica, pavimentação de trechos rodoviários, conservação de rodovias, obras de saneamento básico (captação, adução, tratamento e distribuição de água, construções da ETA e ETE), canalização de córregos, construção de pontes e gerenciamento de uma usina de asfalto instalada na Grande BH, executando diversas obras de asfaltamento.
Em 1996, criou a Construtora Pater.

 

Engenheiro Civil RENATO PINTO SALLUM:

Formado em 1982, pela Escola de Engenharia da UFMG. Iniciou suas atividades profissionais em 1977, como estagiário da Construtora Tratex S/A, e até 1980 trabalhou nas obras de terraplenagem do pátio da Açominas, em Ouro Branco; na construção da fábrica de carrocerias da Randon Mil, em Contagem; e na Engesolo, na coordenação do laboratório, prestando serviços nos programas PACE BH, Pacot-Betim, Cona-Betim, etc. E, ainda como estagiário, de 1980 a 1982, na construção do Wembley Palace Hotel, desde a demolição até a entrega da obra montada. De 1982 a 1985, trabalhou como Engenheiro da CAB – Consultores Associados Brasileiros S/A, sendo chefe do laboratório central de solos e concretos – responsável por projetos geotécnicos do trecho Cícero Santos-Jeremoabo/ DNER, Catas Altas da Noruega, Espinosa-Mato Verde/DER, entre outros. Em 1984, foi o Engenheiro responsável pela fiscalização da obra do viaduto da barragem da Pampulha. De 1985 a 1987, foi superintendente de Engenharia de Sistemas no antigo Departamento de Águas e Energia do Estado de Minas Gerais (DAE-MG), e acumulou, também, no período, a Superintendência de Engenharia de Distribuição e Operações, da mesma autarquia, onde gerenciou os problemas de gestão de recursos hídricos, bem como a implantação do Programa de Telefonia Rural para pequenas localidades e também foi gerente do Programa de Saneamento Básico para pequenos e médios municípios. Em 1988, passou a ser Diretor de Obras da Heta Engenharia, onde permaneceu até 1996, sendo responsável por diversas obras, como edificações públicas (grupo escolar, posto de saúde, creche, policlínica), e construções rodoviárias, tais como os trechos Lavras-Luminárias – 40 km; Ijaci-B. da Serra – 6 km; Taquaraçu de Minas-BR-262 – 18 km; Senador Firmino-Acessos – 48 km; etc., todos para o DER-MG; além de diversas obras de saneamento, incluindo construção de ETA e ETE, canalização de córregos, construção de pontes e controle da Usina de Asfalto BH, executando várias obras de asfaltamento em BH e municípios vizinhos.

X